sábado, 30 de agosto de 2014

ESCOLHENDO AS MATÉRIAS PARA ESTUDAR

Alguns fatores devem ser considerados na escolha das matérias para estudar antes do edital:
· geralmente, não sabemos a época em que se realizam as matérias, os programas abordados ou quando será o próximo concurso pois, ao contrário dos vestibulares, não há como fazer estas previsões em concursos públicos: é um processo que se altera constantemente.


É o chefe do executivo (prefeito, governador ou presidente) que determina o número de vagas e autoriza a realização de concursos dependendo das necessidades e do orçamento disponível. Portanto, não há como prever quais as carreiras, quantas vagas e nem quando serão autorizadas novas contratações e, conseqüentemente, realizados novos concursos. 
Quem acompanha a área jurídica sabe que diariamente ocorrem alterações de leis e códigos. Mas qual atualização vale para concursos? 


A regra é a seguinte: no concurso são cobradas as atualizações das leis até a data de publicação do edital.


Baseando nos concursos mais concorridos, verificamos que algumas disciplinas são comuns na maioria deles: são as chamadas disciplinas básicas. Outras disciplinas são exigidas em poucos concursos ou somente para uma carreira: são as chamadas disciplinas específicas.
Para estudar antes do edital o candidato deve:
· estudar as matérias básicas, comuns à maior parte dos concursos em que está interessado.
· evitar estudar matérias específicas de poucos concursos e matérias que sofram constantes atualizações como as de legislação.


Matérias básicas para concursos da Polícia Federal (ensino superior): Português, Raciocínio Lógico, Direito Constitucional, Direito Administrativo, Direito Penal, Direito Processual Penal, Matemática Financeira, Contabilidade, Economia, Administração, Redação e Informática.
Matérias básicas para concursos da área dos Tribunais (ensino médio): Português, Matemática, Raciocínio Lógico, Direito Constitucional, Direito Administrativo, Direito Penal, Direito Proc. Penal e Direito Proc. Civil.
Matérias básicas para concursos da Polícia Civil (ensino médio): Português, Raciocínio Lógico, Matemática, História, Geografia, Atualidades e Informática.
Por outro lado, existem matérias específicas para determinados concursos como o Regulamento do ICMS de determinado estado. Estudando antes do edital uma matéria específica o candidato corre os seguintes riscos:
· que a lei relacionada com da referida matéria sofra alterações antes do edital, tornando o que o candidato estudou desatualizado e, conseqüentemente, errado;
· que abram inscrições para um concurso em que não seja cobrada esta matéria prejudicando o candidato que poderia ter estudado uma matéria básica que será cobrada neste novo concurso;
· que haja alterações no conteúdo programático;




O prazo entre a publicação do edital e a aplicação das provas é curto para iniciar a preparação devido ao programa e à quantidade de matérias exigidas. Geralmente, este prazo é de 45 a 90 dias. Então, para ter um maior êxito no concurso o ideal é se preparar antes do edital!!!
Baseando em concursos anteriores podemos classificar as matérias comuns dependendo da área da carreira do concurso:
Matérias básicas para concursos da área fiscal (ensino superior): Português, Raciocínio Lógico, Direito Constitucional, Direito Administrativo, Direito Tributário, Matemática Financeira, Contabilidade, Estatística, Economia, Inglês e Informática.


Por isso é importante que o concurseiro se organize e planeje uma rotina de estudos baseada em materiais atualizados.

FONTE : tudosobreconcursos

quinta-feira, 28 de agosto de 2014

Corrente-PI abre vaga para Auditor de Tributos!

O Prefeito Municipal de Corrente, Estado do Piauí, torna público, para conhecimento dos interessados, que se acham abertas inscrições ao Concurso Público para provimento de Cargos Efetivos no âmbito da Administração Pública Municipal, e no que couber a legislação pertinente, obedecidas às disposições legais aplicáveis. Estão sendo oferecidos vários cargos, dentre eles Auditor de Tributos. As inscrições foram prorrogadas até o dia 29/08/2014.

Link Edital: http://site.pciconcursos.com.br/arquivo/1279697.pdf

sexta-feira, 22 de agosto de 2014

IFPI dará posse a mais de 400 novos servidores este mês

Na próxima semana, o Instituto Federal do Piauí (IFPI) receberá mais de 400 novos servidores. As solenidades de posse acontecem na segunda-feira (25), para técnicos-administrativos e na terça-feira (26), para professores. As duas cerimônias serão realizadas às 9h, no ginásio poliesportivo José Ribamar Avelino, do Campus Teresina Central.
Os futuros servidores foram nomeados no início de agosto. Ao todo, foram convocados 473 aprovados em concursos públicos, sendo 250 técnicos-administrativos e 223 docentes. "Todos os campi e a Reitoria serão contemplados com a chegada desses servidores. Assim, estamos ampliando quantitativa e qualitativamente os recursos humanos do IFPI", disse o reitor Paulo Henrique Gomes de Lima.
Os novos servidores também passarão por ambientações, que acontecerão no Campus Teresina Central. O treinamento dos técnicos-administrativos será no dia 1º de setembro, já o dos professores ocorrerá nos dias 2, 3 e 4 de setembro.
Fonte: redacao@cidadeverde.com

quarta-feira, 20 de agosto de 2014

SAIU O EDITAL: TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE GOIÁS

O TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE GOIÁS realizará CONCURSO PÚBLICO para provimento de cargos pertencentes ao Quadro de Pessoal do Tribunal. O Concurso será realizado em Goiânia – GO, sob a responsabilidade da Fundação Carlos Chagas, o certame destina-se ao preenchimento de 55 vagas para o cargo de ANALISTA DE CONTROLE EXTERNO. Os cargos, os códigos de opção, a escolaridade/pré-requisitos, o número de vagas, o valor de inscrição e a remuneração seguem discriminados abaixo:
a) Ensino Superior Completo 
b) Remuneração: R$7.018,03 (sete mil dezoito reais e três centavos)
c) Valor da Inscrição: R$162,50 (cento e sessenta e dois reais, cinquenta centavos)

Quadro de vagas por formação
As inscrições serão realizadas, exclusivamente, via Internet, no período das 10h do dia 25/08/2014 às 14h do dia 02/10/2014 (horário de Brasília), Para inscrever-se, o candidato deverá acessar o endereço eletrônico www.concursosfcc.com.br durante o período das inscrições e, por meio dos links referentes ao Concurso Público.
A aplicação da Prova Objetiva, para todas as Especialidades, acontecerá na cidade de Goiânia-GO e está prevista para realizar-se no dia 02/11/2014, no período da manhã. A Prova Discursiva, para todas as  especialidades, está prevista para o dia 21/12/2014, na cidade de Goiânia, no período da manhã.
Confira o link do edital: http://www.concursosfcc.com.br/concursos/tcego113/edital_abertura_publicado.pdf


GESCON promove Mega Revisão para Exame CFC 2014.2!

O GESCON- Grupo de Estudos para Concursos promoverá nos dias 08 e 09 de setembro a Mega Revisão para Exame CRC 2014.2. O evento será realizado no Auditório Paulo VI, na Avenida Frei Serafim, próximo à ponte que liga à zona leste.
A revisão será ministrada pelo Prof. Ricjardeson Dias, comentando as principais questões de contabilidade cobradas nas provas dos exames de suficiência anteriores.

O espaço conta com lotação máxima de 200 pessoas, dentre eles bacharéis, técnicos, e alunos de diversas faculdades de Teresina, Timon e Caxias-MA, por isso não deixe passar o momento garanta logo seu ingresso na Coordenação do curso Gescon.

O GESCON fica localizado à rua Arlindo Nogueira, nº 333, Centro (Edifício Luiz Fortes). Fones para contato: (86) 8803-5358, 33059102 e 9957-9615.

Professor Ricjardeson com os alunos da revisão passada

Mapa com a localização do Auditório Paulo VI


terça-feira, 19 de agosto de 2014

Dicas de como se preparar para concursos públicos antes do edital ser lançado!

A preparação para um concurso público começa bem antes do dia das provas. Antecipar os estudos, se programar e montar um cronograma com as principais datas, permite ao candidato ter mais controle sobre as atividades que deverá cumprir para ter um bom desempenho na prova. Entretanto, surge a questão de como iniciar os estudos sem ter à disposição o edital do concurso, pois é, muitas vezes o edital de abertura do processo seletivo é divulgado bem próximo à aplicação da prova (um ou dois meses), daí a necessidade de planejar os seus estudos com antecipação.
Antes de iniciar os estudos organize-se!
Não é uma missão fácil tentar montar o conteúdo programático antes da divulgação oficial do edital, no entanto, você pode improvisar verificando provas anteriores do mesmo órgão. A análise de provas anteriores permite que os concurseiros possam ir estudando, ao menos, alguns dos pontos do conteúdo e assim, ir ganhando tempo.

Verificando editais anteriores de concursos feitos para o mesmo órgão e para o mesmo cargo, você estará passando à frente de quem depende do conteúdo explicitado no edital caso este não esteja disponível. Antecipar-se e ir estudando temas que tenham sido cobrados em concursos anteriores favorece o direcionamento dos estudos e você vai pegando o ritmo, o que é imprescindível para quem trabalha e tem pouco tempo reservado para os estudos. O indicado é que o candidato estude duas horas por dia, esse tempo destinado à preparação para o concurso pode ser potencializado se o candidato tiver um cronograma diário com as disciplinas que requerem mais tempo tanto para ler quanto para fazer exercícios.

A dica é essa, mesmo que você ainda não saiba ao certo qual será o conteúdo programático exigido pelo processo seletivo, não perca tempo e comece os seus estudos. Lembre-se, alguns pontos do conteúdo podem ser encontrados nos editais anteriores do mesmo concurso.

Outra coisa que você precisa ter em mente que além do estudo programado, você precisa de descanso, por isso, ao fazer o cronograma de estudos inclua pequenos intervalos para alongar-se, fazer um lanchinho ou verificar a sua rede social. Esse intervalo pode ser até uns 10 minutos, para você não perder o foco e achar algo “bem mais interessante para fazer”.

FONTE: CONCURSOS ATUAIS

IBGE: Instituto anuncia concurso, com cerca de 1.500 vagas

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) prepara novo concurso para os níveis médio e superior, a ser aberto ainda este ano. Segundo o diretor-executivo do IBGE, Fernando Abrantes, em coletiva à imprensa, após assinar o acordo com o sindicato dos trabalhadores (ASSIBGE), na manhã da última quarta, dia 13, serão oferecidas cerca de 1.500 vagas, sendo 1.044 para o nível médio e em torno de 300 para os graduados.
O objetivo, de acordo com a Assessoria de Imprensa do IBGE, é recompor o quadro de funcionários efetivos, devido ao alto número de pedidos de aposentadoria, ocasionado pela elevada média de idade dos profissionais. O pedido de autorização para a realização do concurso já foi encaminhado ao Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG). Ainda segundo a assessoria, a seleção, até o momento, abrangerá os cargos de analista, de nível superior, e técnico, de nível médio, em diversas especialidades.
O IBGE aguarda uma resposta do MPOG para divulgar mais detalhes aos interessados. Os últimos concursos, realizados em 2013 pela Fundação Cesgranrio, ofereceram 420 vagas nos níveis intermediário e superior. As remunerações variaram de R$3.186,10 a R$8.303,24, dependendo da escolaridade exigida pelo cargo e da titulação do aprovado. No total, inscreveram-se 132.278 candidatos, sendo 119.207 para o cargo de técnico, 8.254 para analista e 4.817 para tecnologista. 

terça-feira, 29 de julho de 2014

Secretaria de Estado de Saúde/MG (Auditor Assistencial): Edital está disponível

O edital do concurso público da Secretaria de Estado de Saúde (SES) de Minas Gerais está disponível aqui no site. O certame visa ao provimento de cargos da carreira de Auditor Assistencial Estadual do Sistema Único de Saúde. As inscrições estão previstas para começarem no dia 22 de setembro, com encerramento em 26 de outubro. O valor será de R$ 53.

O concurso será composto de Provas Objetivas e Discursiva. A aplicação de ambas está prevista para 07 de dezembro no período vespertino, com duração total de cinco horas. Elas acontecem nas cidades mineiras de Alfenas, Barbacena, Belo Horizonte, Diamantina, Divinópolis, Governador Valadares, Juiz de Fora, Montes Claros, Patos de Minas, Ponte Nova, Pouso Alegre, Teófilo Otoni, Uberaba e Uberlândia.

O local e o horário de realização das provas serão disponibilizados no Comunicado Oficial de Convocação para Prova (COCP) na data prevista de 24 de novembro.

Os cargos estão divididos por Núcleos Temáticos:
A01 - Medicina
A02 - Enfermagem
A03 - Odontologia
A04 - Formações na Área de Saúde
A05 - Ciências Gerenciais (
Nível Superior em Administração, Ciências Econômicas, Ciências Contábeis ou Gestão Pública)
A06 - Direito

A carga horária de trabalho é de quarenta horas semanais, exceto para o Núcleo Temático Medicina, cuja jornada é de vinte horas semanais. A remuneração inicial é de R$ 3.300 para o Nível I Grau A, acrescido de Prêmio Por Desempenho de Metas (PDM) no valor variável de até R$ 1.500. O Regime Jurídico de contratação será o Estatutário.

Para acessar a página do concurso clique aqui.

Confira o Edital: http://ww4.funcab.org/arquivos/SESAUDMG2014/MINUTA%20EDITAL%20SES-MG%20AUDITOR%20(%20VERS%C3%83O%20PUBLICADA).pdf

Fonte FUNCAB

domingo, 20 de julho de 2014

Saiba mais sobre o GESCON e prepare-se para o Exame de Suficiência CRC!




                                                            Coordenação do GESCON
O GESCON (Grupo de Estudos para Concursos) surgiu como opção de curso preparatório para o Exame de Suficiência CRC, sendo um dos primeiros do Brasil a oferecer turma presencial voltada exclusivamente para este certame. 

O Conselho Federal de Contabilidade passou a exigir que os estudantes de Ciências Contábeis (a partir do 7º período) fizessem o Exame de Suficiência para obter a carteira de registro profissional. Foi então que o Prof. Ricjardeson Dias percebeu a dificuldade dos estudantes com esse tipo de prova, e criou o curso preparatório voltado exclusivamente para estudantes e recém formados em Ciências Contábeis. 

E assim o GESCON formou sua primeira turma, com 18 (dezoito) estudantes, sendo que 12 (doze) conseguiram obter a aprovação, ou seja, 67% de sucesso na prova. 


Esse resultado ficou muito acima da média geral de aprovação da época, que correspondia a menos de 30%, e o GESCON passou a ter uma excelente aceitação no mercado, aumentando a quantidade de turmas, mas sempre respeitando o limite de 25 alunos por turma. 

Confira no gráfico a seguir o histórico de aprovações no curso:


A relação de alunos aprovados em cada temporada de Exame CRC está publicada no site do GESCON, com o nome completo de cada aprovado, e pode ser acessada através do link http://www.gesconcursos.com.br/index.php?option=com_phocagallery&view=categories&Itemid=72.

Com esse sucesso de aprovações, o GESCON se espalhou por todo o país, e foi então que surgiu o curso à distância para o Exame de Suficiência, composto de aulas em pdf, simulado on line e questões comentadas (em pdf e vídeo-aulas). E detalhe, este é o curso mais barato do Brasil, por apenas R$ 140,00. 

Ao efetuar a matrícula no GESCON, o estudante recebe um login e senha para ter acesso ao ALUNO ONLINE, que é a sala virtual do curso, onde o mesmo poderá baixar as aulas. Os materiais em pdf são organizados em aulas numeradas, conforme abaixo:


Se você leu este post e tem interesse em fazer nosso curso, entre em contato conosco através do e-mail cursosgescon@gmail.com ou através dos telefones: (86) 3305-9102 (fixo); (86) 8803-5358 (Oi); (86) 9957-9615 (Tim).

 Confira o conteúdo programático de cada disciplina a seguir:

I. CONTABILIDADE GERAL

Conteúdo programático:1. Contabilidade: conceito, objeto, objetivo e finalidade; 2. Usuários da Contabilidade: internos e externos; 3. Patrimônio: Bens, Direitos e Obrigações; Equação Fundamental; Situações Patrimoniais Possíveis; Ativo, Passivo e PL. 4. Contas: Teoria Patrimonialista; Contas Patrimoniais x Contas de Resultado; Exemplos. 5. Depreciação, Amortização e Exaustão. 6. Princípios de Contabilidade – Res. CFC 750/93 atualizada pela Res. CFC 1282/10; 7.Características Qualitativas obrigatoriamente presentes nas demonstrações contábeis; 8.Atos e Fatos. Conceitos e classificação em Permutativos, Modificativos e Mistos. 9.Lançamentos Contábeis: mecanismo do débito e do crédito; Fórmulas de escrituração; Exemplos.10. Plano de Contas: conceito e características. 11. Aspectos conceituais do Balanço Patrimonial: conceito, obrigatoriedade, formas de apresentação, grau de liquidez e exigibilidade, origem e aplicação dos recursos, duração do exercício social. 12. Aspectos estruturais do Balanço Patrimonial: grupos de contas, ativo, passivo e patrimônio líquido. 13. Notas Explicativas. 14. Resultado: lucro e prejuízo.15. Receita e Despesa: conceito, classificação e exemplos. 16. Regimes de Contabilização: Caixa x Competência. 17. Demonstração do Resultado do Exercício – DRE. 18. Demonstração do Resultado Abrangente. 19. Demonstração dos Fluxos de Caixa – DFC. 20. Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido. 21.Demonstração do Valor Adicionado. 22. Operações com Mercadorias: sistemas de inventário: periódico x permanente. 23. Custo das Mercadorias Vendidas (CMV) e Resultado com Mercadorias (RCM). 24. Inventário Permanente: PEPS, UEPS e CUSTO MÉDIO (MÉDIA PONDERADA MÓVEL).

Referência bibliográfica: Contabilidade Geral – Ed Luiz Ferrari - 12ª edição - Editora Campus.



II. LEGISLAÇÃO E ÉTICA PROFISSIONAL
 

Conteúdo programático: Código de Ética Profissional do Contador. Resolução CFC nº. 803/96, de 10 de OUTUBRO de 1996, com as alterações/inclusões da Resolução CFC 1307/10, publicada no Diário Oficial da União de 14.12.2010, e republicada em 10 de janeiro de 2011.


Referência bibliográfica: Resolução CFC nº. 803/96 e alterações posteriores.




III. CONTABILIDADE APLICADA AO SETOR PÚBLICO

Conteúdo programático:1. Introdução a Contabilidade Aplicada ao Setor Público: conceito, abrangência (campo de aplicação), objeto; 2. Patrimônio Público: conceito e características. 3. Receitas e Despesas (enfoque orçamentário e patrimonial); 4. Restos a Pagar e Despesas de Exercícios Anteriores. 5. Composição do Patrimônio Público: ativo, passivo e patrimônio líquido; 6. Variações Patrimoniais; 7. Depreciação, Amortização e Exaustão. 8. Aspectos gerais do Plano de Contas Aplicado ao Setor Público. 9. Sistema contábil 10. Registro contábil. 11. Estrutura do Plano de Contas Aplicado ao Setor Público. 12. Lançamentos típicos. 13. Balanço Orçamentário 14. Balanço Financeiro 15. Demonstração das Variações Patrimoniais. 16. Balanço Patrimonial 17.Demonstração dos Fluxos de Caixa. 18. Demonstração das Mutações no Patrimônio Líquido.


Referência bibliográfica: Contabilidade Aplicada ao Setor Público – Ricjardeson Dias - 1ª edição – Editora Edipro.



IV. AUDITORIA CONTÁBIL
 

Conteúdo programático:1. Auditoria: definições iniciais. 2. Auditoria interna e externa: conceitos e características. 3. Tipos de auditoria: das demonstrações contábeis; de gestão; de sistemas e fiscal/tributária. 4. Perfil e Qualidades do Auditor. 5. Estrutura de Relatório Financeiro Aplicável. 6. Diferenças entre auditoria e perícia. 7. Evidências em auditoria. 8. Erro e Fraude 9. Fases da auditoria: planejamento, execução e comunicação dos resultados. 10. Riscos de auditoria: risco de distorção relevante e risco de detecção. 11. Risco inerente e risco de controle. 12. Testes de auditoria: testes de observância/controle e procedimentos substantivos. 13. Procedimentos de auditoria: inspeção, investigação, confirmação etc. 14. Documentação de auditoria/ papéis de trabalho. 15. Relatório de auditoria: sem ressalvas, com ressalvas, adverso, com abstenção de opinião. 16. Parágrafo e ênfase. 17. Parágrafo de outros assuntos.


Referência bibliográfica: Auditoria Fácil – Osni Moura Ribeiro/ Juliana Moura Ribeiro Editora: Saraiva



V. PERÍCIA CONTÁBIL
 

Conteúdo programático: Perícia Contábil: definições iniciais. 2. Tipos de Perícia: Judicial, Extrajudicial e Arbitral. 3. Aspectos profissionais do Perito. 4. Planejamento, execução e procedimentos. 5. Competência técnico-profissional. Honorários Periciais. Quesitos. 6. Indicação de Assistentes. 7. Laudo Pericial. 8. Parecer Pericial Contábil. 9. Termo de Diligência.


Referência bibliográfica: NBC TP 01 e NBC PP 01.



VI. CONTABILIDADE DE CUSTOS
 

Conteúdo programático: 1. Conceitos, objetivos e finalidades da Contabilidade de Custos: conceito de custos, despesas, investimento e gastos. 2. Classificação e nomenclatura dos custos: Custos fixos e custos variáveis, custos diretos e indiretos. 3. Métodos de custeio: Custeio por Absorção, Custeio Variável, Custeio Baseado em Atividades (ABC). 4. Custo Padrão e Custo de Transformação. 6. Margem de Contribuição. 7. Ponto de Equilíbrio. 8. Margem de Segurança.


Referência bibliográfica: Contabilidade de custos / Martins, Eliseu. - 9. ed. - São Paulo : Atlas,. 2003