domingo, 30 de setembro de 2012

Autorizado concurso para SEFAZ-DF com oferta de 90 vagas para Auditor e Inspetor.

O governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz, autorizou a realização de concurso público para 90 vagas de inspetor técnico (nível médio) e auditor (superior) de controle interno, conforme publicação no Diário Oficial (DO) do DF na última segunda-feira, dia 9. Além das oportunidades imediatas, a autorização também prevê formação de cadastro de reserva  com quatro vezes o número inicial de vagas, ou seja, 360. 

Segundo o presidente do Sindicato dos Servidores Integrantes da Carreira Auditoria de Controle Interno do DF (Sindifico), Jaran de Brito, o concurso deve ser aberto no início 2013, já que estaria previsto para o orçamento do ano que vem, mas com os preparativos sendo iniciados ainda em 2012. A seleção será a primeira aberta para o cargo de inspetor técnico. 

Conforme tabela publicada no DO-DF, as chances estão distribuídas entre as Secretarias de Estado de Transparência e Controle, de Planejamento  e Orçamento e de Fazenda, cada uma com 20 vagas para auditor e dez para inspetor técnico. Atualmente, o cargo de inspetor tem remuneração inicial (primeira classe) de R$5.752,93 e o de auditor, de R$9.511,49, para carga de 40 horas semanais. 

O último concurso para auditor de controle interno foi aberto em 2009 e organizado pela Fundação Universa. A oferta foi de 27 vagas na função, para a qual 1.173 pessoas se inscreveram. Esses foram avaliados por meio de prova objetiva, discursiva e análise de títulos, além de curso de formação para os aprovados. A prova objetiva contou com 80 questões, divididas entre Conhecimentos Gerais e Específicos, que totalizaram 120 pontos. O exame discursivo consistiu em redação com 25 a 50 linhas e pontuação máxima igual a dez. A aprovação dependeu de, pelo menos, 20 questões certas nas duas partes da prova objetiva e seis pontos na redação. Homologado em 2010, o concurso não teve sua validade de dois anos prorrogada 

Fonte: Folha Dirigida

sexta-feira, 28 de setembro de 2012

SEFAZ do Maranhão organiza concurso com 159 vagas para Auditor e Técnico!

http://www.sefaz.ma.gov.br/noticia2/detalhe_noticia.asp?codigo=524

A Governadora do Maranhão, Roseana Sarney, já autorizou a Secretaria da Fazenda do Maranhão a realizar concurso público para o preenchimento de 80 vagas no cargo de Técnicos e 79 no cargo de Auditores Fiscais. Ambos as cargos exigem nível superior completo e os interessados devem possuir graduação em qualquer área.


De acordo com a assessoria de recursos humanos do órgão, a publicação do edital deverá ocorrer em breve. Os vencimentos iniciais são de R$ 6,7 mil para auditor e R$ 2,5 mil para técnico. A remuneração final (última referência no plano de cargos e salários) é de R$ 11 mil para auditor, e R$ 5,4 mil para técnico.

Além dos vencimentos, os servidores têm direito a uma participação na receita equivalente a até 30% dos vencimentos, participação que depende do desempenho da arrecadação estadual. Os servidores que trabalham nos Postos Fiscais têm suporte de alojamento e um adicional de 10% do valor do salário base para pagamento de despesas com alimentação.


Reforço
O objetivo do concurso é reforçar o quadro de servidores da SEFAZ, uma vez que a organização é responsável pela gestão, acompanhamento e controle da administração tributária do Estado, que no ano passado alcançou uma receita da ordem de R$ 2,7 bilhões.


O órgão possui 19 agências de atendimento e 25 postos fiscais localizados nas diversas regiões do Estado, sendo que uma agência central e 4 postos ficam na capital. Os aprovados no concurso serão designados para compor quadro funcional em todas as unidades do estado, conforme a necessidade da administração.

Segundo o secretário de Fazenda do Maranhão, Cláudio Trinchão, a Sefaz possui uma sólida e moderna infra-estrutura técnica e operacional que resultou da extraordinária renovação tecnológica e do desenvolvimento de pessoas. O órgão promoveu grande investimento para melhorar a qualidade técnica e de atendimento, propiciando o desenvolvimento de suas potencialidades e seu desempenho. Hoje, 15% dos servidores da fiscalização possuem pós-graduação, em decorrência dos grandes investimentos em capacitação promovidos pela Sefaz, e esta política de capacitação é permanente.

De acordo com Trinchão, outra importante mudança na Sefaz está na sua infra-estrutura física, “tanto as unidades centrais como agências e postos possuem hoje ótimas instalações. Novas adequações, reformas e construções estão sendo realizadas com investimentos em torno de 25 milhões, de forma a permitir que os servidores, em qualquer unidade, trabalhem em um ambiente estruturado e digno. Para isso, estamos dotando todos os postos fiscais, por exemplo, de dormitórios bem estruturados, inclusive nos maiores, estamos criando áreas de convivência que disporão de salas de internet, biblioteca, salão de jogos e refeitórios climatizados”.

A Sefaz está totalmente interligada, via satélite, às unidades na capital e no interior. Os avanços tecnológicos e estruturais do órgão resultaram na modernização dos postos fiscais e integração de sistemas de informática, permitindo um amplo acesso às informações por meio de uma rede corporativa de dados

Fonte
http://www.sefaz.ma.gov.br/noticia2/detalhe_noticia.asp?codigo=524

Gescon abre matrículas para turma - Básico para Concursos na Área Fiscal



O Grupo de Estudos para Concursos (GESCON), está com matrículas abertas para o grupo de estudos - Área Fiscal e Tribunais - Módulo 1. Os encontros ocorrerão às segundas e quartas, à noite, das 19h às 22h.

O grupo de estudos vai iniciar dia 24 de outubro de 2012  com as disciplinas Contabilidade Geral, a ser ministrada pelo Prof. Ricjardeson Dias (Analista do Tesouro Estadual da SEFAZ-PI) e Direito Constitucional, com o Prof. João Carvalho (Gerente Regional da SEFAZ-PI). 

O valor do investimento = 4 parcelas de R$ 190,00. 

As salas do Gescon ficam localizadas no Edifício Luiz Fortes (ao lado do Diretório do Democratas, próximo à Praça do Fripisa), um local de fácil acesso. As turmas são limitadas ao máximo de 20 pessoas.






Os grupos de estudos não adotam apostilas. Os professores definem quais livros serão usados em suas disciplinas, e cada membro usa seu próprio livro (ou cópia do livro), de forma que o participante possa aprofundar mais seus conhecimentos.


Como as aulas ocorrem apenas duas vezes por semana, temos um período maior para estudos, em torno de 4 (quatro) meses para cada módulo, e assim, estamos em contato durante mais tempo.

O curso está organizado em 6 disciplinas:

1. Contabilidade Geral
2. Direito Constitucional
3. Direito Administrativo
4. Orçamento Público
5. Contabilidade Pública
6. Português

Portanto, se você tiver interesse em participar deste grupo de estudos, mande um e-mail para: cursosgescon@gmail.com solicitando a sua inscrição como membro.


Contato: 8803-5358 (OI) e 9957-9615 (TIM) - Eronildes 

Aproveite esta oportunidade e torne-se servidor público.

Bons estudos!

Questão 42 Exame CRC 2012.2


Questão do Exame CRC 2012.2 (realizado em 23/09/2012)

42. No encerramento do Balanço de 2011 de uma sociedade empresária, foi constatada a ausência de registro de uma despesa financeira referente ao exercício de 2010, no montante de R$30.000,00. Na mesma data, verificou-se que uma provisão para questões judiciais registrada em 2010 por R$12.000,00 deveria ser revertida, uma vez que novos fatos ocorridos em 2011 levaram a equipe jurídica a avaliar como remota a possibilidade de a empresa vir a perder a questão.

O registro contábil das duas situações irá provocar um impacto no resultado de 2011 de:

a) R$12.000,00.
b) R$18.000,00.
c) R$30.000,00.
d) R$42.000,00.

Resposta oficial: letra A

COMENTÁRIO DA QUESTÃO:


Com relação à despesa no valor de R$ 30.000,00 que não foi contabilizada no exercício 2010, temos um erro que foi detectado após o encerramento do balanço, não sendo mais possível o estorno ou retificação naquele ano. Nesse caso, o procedimento contábil a ser seguido pela empresa será o lançamento de "Ajuste de Exercícios Anteriores" na conta Lucros Acumulados do Patrimônio Líquido. Assim, não afetará o resultado do exercício 2011, porém afetará o saldo do PL da empresa em 2011.

Já com relação à reversão de provisão no valor de R$ 12.000,00, temos que a mesma foi realizada em 2011, o que afetará o resultado do exercício naquele ano.

10 Dicas para melhorar sua concentração nos estudos!


Concurseiro! Está com dificuldades para se concentrar nos estudos? Isto é mais comum do que você possa imaginar. Não existe “fórmula mágica” para manter o foco nos estudos. Mas, existem estratégias que podem ajudar você a se manter concentrado durante sua atividade de estudo. OAtéPassar sempre está sugerindo técnicas para facilitar sua concentração, por entender que estar com máxima atenção já é um grande passo para a aprendizagem.

1. Porque você não consegue se concentrar?

Identifique o porquê de não conseguir se concentrar. Muitas vezes, serão coisas simples de remover, por exemplo, Facebook, seu telefone celular, TV, música, a bagunça na área de trabalho, etc. Mas pode muito bem haver razões psicológicas para a sua falta de foco. As mais comuns são:

  • Não estar preparado para ler e estudar
  • A falta de interesse no material
  • A falta de motivação
  • A falta de objetivo adequado

2. Livre-se das distrações óbvias

Não é inteligente estudar com o seu telefone celular por perto, mesmo se ele estiver configurado só para vibrar. Assim, se você receber uma mensagem de texto, você vai olhar. Você é humano! E aí, lá se vai sua concentração! Internet no momento de estudar deve ficar restrita ao que for do interesse: videoaulas, esquemas, figuras etc. Desconecte das redes sociais, blogs e programas de conversas online. Música? Para muitos é indispensável. Então prefira as instrumentais, sem letra. Isso poupará seu cérebro do trabalho “extra” de entender o que está sendo dito enquanto se concentra para estudar.

3. Antecipe as suas necessidades físicas

Se você está estudando atentamente, você vai ficar com sede. Então, antes de começar o estudoponha uma garrafinha com água ao seu alcance para não perder o “fio da meada”. Faça o mesmo para um lanche, com uma barra de cereal, ou uma fruta. Use o banheiro, ponha roupas confortáveis, mas não acolhedoras como moletons ou pijamas, pois estas irão leva-lo ao relaxamento.

4. Responda às suas questões internas

Às vezes as distrações não estão vindo do exterior: elas estão vindo de dentro de nós! Quando sentamos para estudar e temos preocupações que invadem nossos cérebros, não conseguimos nos concentrar. Por exemplo: “Quando eu vou conseguir um emprego?” Quando essas questões invadirem sua mente, aceite. Em seguida, empurre-as de lado com uma resposta lógica: “Eu não sei a resposta a essa pergunta agora, então vou focar no que eu preciso aprender” Parece bobagem, mas se você responder às suas próprias questões internas, mesmo com uma resposta pronta, vaitrazer o foco de volta à sua mente. Se necessário, escreva a preocupação, e como resolvê-la de uma forma simplista e siga em frente.

5. Em Movimento

Algumas pessoas são impacientes. Elas precisam estar fazendo algo, para seus corpos fazerem a conexão de que elas estão ocupadas estudando. Soa familiar? Se você é uma delas, use algumas estratégias para antecipar um “formigamento nas pernas”.
Caneta: Sublinhe palavras quando você ler. Movendo apenas a sua mão pode ser suficiente para afastar o nervosismo. Se não for…
Elástico: Envolva-o em torno de sua caneta e jogue com o elástico enquanto você está estudando. Ainda se sentindo nervoso?
Bola: Leia ou assista uma trecho de videoaula. Sublinhe o texto, faça anotações sobre a aula, puxe o elástico da caneta. Ainda não consegue se concentrar? Pegue uma bola e quique algumas vezes contra o chão repensando as mensagens que você acabou de capturar. Volte para seu estudo.

6. Objetivo com Planejamento

É muito fácil se dispersar do estudo, e até se perder, quando você não tem um roteiro bem delineado para seguir. Sabendo disto, invista algum tempo no planejamento do objetivo de qualquer sessão de estudo. Detalhe. Faça uma “primeira leitura” do assunto e destaque os pontos principais que devem ser cobertos durante aquele determinado tempo de estudo. Se você “se pegar” fugindo do que foi traçado, respire fundo, e volte ao último ponto no qual você lembra que conseguiu entender completamente. Para ajudar, você pode ir marcando cada etapa como cumprida.

7. Concentração não é suco: Não sai na hora!

Não espere que a sensação de estar focado venha automaticamente, só porque você seguiu os passos acima mencionados. Uma chave para se tornar focado é gostar do que você está fazendo, um sentimento de querer saber mais sobre o assunto. Então, se não é o seu assunto favorito que você está indo estudar, você vai ter que se convencer de que o assunto é interessante. Você pode achar que é difícil no início, mas uma vez que você aprender o valor de investir interesse em seus estudos, menos você terá que forçar-se a focar. Motive-se!

8. Sempre há algo de interessante 

Você pode fazer associações positivas. Por exemplo, ao estudar a disciplina Direito Constitucional, tão comumente cobrada nas provas de concursos, você estará aprendendo a enxergar os fatos sob a ótica das leis jurídicas que regem a constituição. Daí, você pode querer saber: O que é a constituição? Como ela afeta sua vida?
Como, por exemplo, o estudo da lei dos crimes constitucionais do Artigo 5º, inciso XLI, que diz: ”a prática do racismo constitui crime inafiançável e imprescritível, sujeito à pena de reclusão nos termos da lei”. Quem de nós nunca ouviu falar, assistiu a um filme, leu um livro ou mesmo foi alvo de um ato racista? O que são, aos olhos da Lei atos racistas? Quais as penas impostas pela constituição às pessoas que cometerem este crime? O que é inafiançável e imprescritível? Então, descobrir todas estas informações e aprender sobre elas não é mais interessante do que somente “decorar” a lei? Não vai ser mais fácil se manter focado em algo dos seu interesse?

9. Há sempre mais uma sessão de estudo

Não entre em pânico no caso em que você se distraia apesar de todos os seus esforços. Diga a si mesmo algo de positivo como: “Eu sei que perdi o foco, mas eu vou tentar novamente e tenho certeza que serei bem sucedido desta vez.” Incentivo positivo sempre traz bons resultados, até se ele estiver vindo de você mesmo.

10. Por fim, sem esforço e dedicação não há vitória

Permaneça firme nos seus objetivos. Seja criativo para não deixar a rotina e o tedio tomarem conta da sua “hora de aprender”. Mantenha sempre em mente seus motivos para alcançar um cargo público, e nunca esqueça de incluir entre eles, a satisfação de ver recompensados todos os seus investimentos pessoais para esta realização. E sua concentração será mais fácil de ser mantida!Você merece ser aprovado!

Fonte: Ate passar.

Prova do concurso da Câmara dos Deputados será no dia 14 de outubro


A Câmara dos Deputados divulgou novas datas do concurso público para 138 vagas de analista legislativo e técnico legislativo. As provas serão aplicadas pelo Cespe/UnB na data provável de 14 de outubro, em Brasília. A seleção estava suspensa desde o dia 18 de setembro em razão de liminar concedida pela Justiça Federal ao Ministério Público Federal. O Tribunal Regional Federal da 1ª Região cassou a liminar no dia 24 de setembro, permitindo a retomada do concurso.
Os locais e horário das provas poderão ser consultados a partir de 4 de outubro. O edital confirmando as mudanças foi divulgado nesta quarta-feira (26) no site www.cespe.unb.br/concursos/cd_12_at.
A Advocacia-Geral da União (AGU) divulgou na terça-feira (25) que havia derrubado no Tribunal Regional Federal da 1ª Região a liminar da 1ª Vara Federal de Roraima que suspendia a realização do concurso.
A seleção estava suspensa a pedido do Ministério Público Federal (MPF), que solicitava a aplicação das provas objetivas em todas as capitais do país, e não apenas em Brasília. De acordo com a AGU, a realização de provas nacionais geraria um gasto extra  de R$ 2.904.598,03.
A Procuradoria-Regional da União da 1ª Região protocolou no dia 17 de setembro um pedido de suspensão de liminar no Tribunal Regional Federal da 1ª Região. No documento, a AGU sustentou que a decisão causava grave lesão à ordem público-administrativa e à economia pública.
Além disso, os advogados da União reforçaram que o posicionamento de executar todas as etapas apenas em Brasília  atende ao princípio da eficiência e da economicidade, já que a Câmara dos Deputados está localizada na capital federal e não tem postos de trabalho em outras cidades. Também afirmaram que é pacífico o entendimento na administração pública de que os concursos sejam efetuados nos locais em que há vagas para serem preenchidas. 
Ao analisar o caso, o presidente do Tribunal Regional Federal da 1ª Região, Mário César Ribeiro, concordou com os pedidos apresentados pela AGU e suspendeu a decisão de primeira instância. O magistrado destacou que não há previsão legal determinando ao administrador público a realização de provas de concursos em todas as capitais dos estados da Federação.


Liminar
Em 11 de setembro, a Justiça Federal de Roraima concedeu liminar que suspendia o concurso até que o edital fosse alterado para permitir a realização das provas em todas as capitais do país, que fosse reaberto o prazo de inscrição e que os candidatos já inscritos tivessem a possibilidade de escolher o local para fazer a prova objetiva. 
O pedido foi feito pelo Ministério Público Federal em Roraima (MPF/RR), por meio da Procuradoria Regional dos Direitos do Cidadão, em ação civil pública proposta no mês de agosto. Para o MPF, o edital do concurso da Câmara dos Deputados restringia o local de provas à cidade de Brasília, o que violava os princípios da isonomia, razoabilidade, competitividade e amplo acesso aos cargos e funções públicas. 
De acordo com a procuradora da República Cinthia Gabriela Borges, que assinava a ação, a decisão iria beneficiar não só os candidatos do estado de Roraima que se encontrassem em situação de maior vulnerabilidade econômica e social, mas todos os candidatos interessados em participar do concurso que não teriam que custear o deslocamento e hospedagem na capital federal.

O concurso
No dia 14 de outubro, estão previstas as provas objetivas para os candidatos a todos os cargos, além das provas discursivas para os candidatos ao cargo de analista das atribuições de médico, museólogo e técnica legislativa e a prova prática de análise textual para candidatos a analista legislativo da atribuição de taquígrafo legislativo. 
Também foi divulgado o dia da prova prática de apanhamento taquigráfico para analista legislativo da atribuição de taquígrafo legislativo e da prova prática para os candidatos a técnico legislativo, que serão aplicadas na data provável de 2 de dezembro. A entrega dos documentos referentes à avaliação de títulos para o cargo de analista legislativo das atribuições de médico e de museólogo está prevista para 29 e 30 de novembro. Todas as fases serão aplicadas em Brasília. 
Os cargos de nível superior são de analista legislativo – médico nas áreas de neurologia, ortopedia e traumatologia, otorrinolaringologia e radioimagem (6 vagas), com salário de R$ 14.825,69; analista legislativo - museólogo (2 vagas), com salário de R$ 14.825,69; analista legislativo - taquígrafo legislativo, que exige nível superior em qualquer área (14 vagas), com salário de R$ 14.825,69; e analista legislativo: técnica legislativa, que exige curso superior em qualquer área (111 vagas), com salário de R$ 14.825,69. 
Os cargos de nível médio são de técnico legislativo - agente de serviços legislativos, área de serviços paramédicos - técnico em radiologia e diagnóstico por imagem e técnico em gesso (5 vagas no total), com salário de R$ 7.438,62. 
Os cargos de técnico em radiologia e de técnico em gesso exigem diploma de conclusão de ensino médio e diploma ou certificado ou atestado de conclusão do curso de técnico em radiologia. 
As vagas são para os Departamentos Médico da Câmara dos Deputados (Demed), Centro de Documentação e Informação ou Espaço Cultural da Câmara dos Deputados, Departamento de Taquigrafia, Revisão e Redação (Detaq) e órgãos da Câmara dos Deputados relacionados ao Processo Legislativo. 
A seleção terá provas objetivas para todos os cargos; prova discursiva para o cargo de analista legislativo - todas as atribuições, exceto para o cargo de analista legislativo - atribuição: taquígrafo; prova prática de análise textual e prova prática de apanhamento taquigráfico somente para o cargo de analista legislativo - atribuição: taquígrafo; prova prática somente para o cargo de técnico legislativo - atribuição agente de serviços legislativos - área: serviços paramédicos; avaliação de títulos para o cargo de analista legislativo - atribuições: médico e museólogo. Todas as fases serão realizadas em Brasília.

FONTE: G1 CONCURSOS

quarta-feira, 26 de setembro de 2012

Agradecimento aos estudantes e bacharéis em Ciências Contábeis!

Eu, Ricjardeson Dias, em nome da equipe de professores do Cursos Gescon, venho por meio deste, agradecer aos estudantes e bacharéis em Ciências Contábeis de todo o Brasil que acompanharam o nosso blog, bem como àqueles que postaram suas opiniões, críticas e principalmente agradecimentos e elogios.

Tenho o orgulho de dizer que não errei nenhuma das questões que foram postadas, apesar de ter sido contestado por algumas pessoas em algumas questões. 

Infelizmente não conseguimos postar todas as respostas antes da divulgação do gabarito oficial, porém acreditamos ter sido de útil aos estudantes a análise preliminar das questões.

Parabenizo os aprovados, que provaram ter conhecimento e capacidade técnica diante de uma prova bem elaborada, de nível elevado de complexidade. 

Àqueles que não conseguiram a aprovação desta vez, desejo boa sorte na próxima. Não esqueçam que todo semestre há prova, então teremos a chance de conquistar a aprovação em breve.

Grande abraço!

Prof. Ricjardeson Dias


Gabarito Oficial Exame CFC 2012.2


Dnit 2012: Saiu Autorização para Criação de 1200 Vagas!


Os preparativos para a abertura do concurso do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) estão na reta final. Segundo informações do órgão, o concurso público do DNIT 2012 contará como organizadora a Escola de Administração Fazendária (Esaf).
A seleção do concurso contará com 1.200 vagas distribuídas pelos estados, em cargos dos níveis médio e superior. Os vencimentos iniciais serão de R$2.811,30 a R$8.119,81. De acordo com o Ministério do Planejamento, o prazo para a publicação do edital do DNIT 2012 vai até novembro.
Haverá 911 cargos para nível médio e 289 para o nível superior. As funções de nível médio serão para técnico de suporte em infraestrutura de transportes (764 vagas) e técnico administrativo (144 vagas), com vencimentos de R$3.849 e R$2.811,30 respectivamente. Para graduados, serão vagas para analista de infraestrutura de transportes (179 vagas) e analista administrativo (110 vagas) com salários de R$8.119,81 e R$5.712,21, nesta ordem. O regime de contratação será o estatutário, com 40 horas semanais de trabalho.
A distribuição de vagas para os estados ainda não foi confirmada pelo Dnit. Sabe-se que partir do final do concurso de remoção interna dos servidores, será possível saber a necessidade específica de alocação do órgão para as unidades da Federação. De acordo com o delegado do Sindicato dos Servidores Públicos Federal no DF, João Bosco, a grande maioria das vagas será para os estados do Nordeste, Norte, Minas Gerais e Centro Oeste, exceto o Distrito Federal.
A expectativa é de que o concurso do DNIT 2012 se assemelhe às provas aplicadas nas seleções anteriores. Os certames anteriores ocorreram em 2009 para cargos de analista administrativo, e em 2006 para os mesmo cargos previstos no concurso atual.
As últimas seleções foram compostas por provas objetivas e de redação para o nível médio, e para o nível superior ocorreram provas discursivas e avaliação de títulos. As provas continham as disciplinas de Língua Portuguesa, Legislação Geral e Legislação do Dnit, comuns a ambos os cargos.
Fonte: http://www.cocpconcursos.com

Banco Central e BNDES: vagas para níveis médio e superior

Quem tem o nível médio ou nível superior, busca uma melhor qualidade de vida e deseja ingressar na área bancária, deve ficar atento aos concursos programados para o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), no Rio de Janeiro, e Banco Central (BC), que abrangerá diversos estados. Os preparativos da seleção do BNDES seguem em andamento. No momento, o banco trabalha para definir os detalhes finais para a publicação do edital, que deverá ser divulgado ainda este ano. Já o BC concentra esforços para terminar a elaboração do pedido de concurso, que será encaminhado ao Ministério do Planejamento nos próximos dias.


O concurso do BNDES será destinado, inicialmente, à formação de cadastro de reserva para as carreiras de técnico administrativo (de nível médio) e profissional básico (graduação em Administração, Análise de Sistemas, Arquitetura, Arquivologia, Biblioteconomia, Comunicação Social, Contabilidade, Direito, Economia, Engenharia e Psicologia). Os ganhos iniciais para técnico administrativo são de de R$4.088,42, já para profissional básico de nível superior, R$10.345,01. Ambos os valores já incluem R$399,08 de auxílio-alimentação e R$823,95 de auxílio de auxílio-alimentação.

Já para o BC, a expectativa é de que a autorização para a realização do concurso seja concedida ainda este ano, de forma que o edital possa ser divulgado no início de 2013. Segundo fonte do banco, a permissão para a abertura das vagas já está acertada com o Ministério do Planejamento. O Departamento de Gestão de Pessoas do banco (Depes) estuda a possibilidade de solicitar 1.400 vagas somente para técnico e analista, sendo 400 para o primeiro e mil para o segundo. No entanto, fonte na direção do BC informou que o pedido pode ser para um quantitativo ainda maior.

Procurada pela FOLHA DIRIGIDA, a Assessoria de Imprensa do BC se limitou a confirmar que poderão ser pedidas
200 vagas para técnico e de 800 a mil para analista. Quanto ao quantitativo que será solicitado para procurador, para o qual há 104 vagas disponíveis para concurso, a Assessoria disse ainda não ter nenhuma informação. Atualmente, os iniciais para técnico (de nível médio) são de R$5.221,28, já incluindo o auxílio-alimentação de R$304. Para analista (de nível superior), a remuneração inicial é de R$13.264,77, e para procurador (aberto aos advogados), é de R$15.274,60, ambos os valores incluem o auxílio.

As vagas serão destinadas a Brasília, Rio de Janeiro, São Paulo e Belém. Poderá haver chances ainda para Belo Horizonte, Curitiba, Porto Alegre, Salvador, Recife e Fortaleza.

Fonte: Folha Dirigida

TJ - MT abre concurso com 174 vagas de nível médio em diversas cidades


Profissionais de nível médio que estão em busca de uma oportunidade de trabalho no setor público poderão se inscrever e participar do concurso do Tribunal de Justiça do Estado de Mato Grosso (TJ-MT) que será organizado e executado pela Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), por meio da Coordenação de Concursos e Exames Vestibulares (CEV).
Segundo informações do edital, são oferecidas 174 vagas para Agente da Infância e da Juventude, Distribuidor, Contador e Partidor e Oficial de Justiça da Primeira Instância do Poder Judiciário. As oportunidades são para atuar em diversas cidades do estado e os salários variam de R$ 1.643,34 a R$ 1.986,44 em jornada de 30 horas semanais.
Para concorrer basta efetuar a inscrição pelo site www.ufmt.br/concursos, entre às 8h do dia 4 de outubro até às 23h59 do dia 25 de outubro, e pagar a taxa de R$ 45,00.
A relação dos candidatos regularmente inscritos, contendo nome, número do documento de identidade, data de nascimento e nome do cargo/comarca pretendido estará disponível, a partir do dia 8 de novembro de 2012, no mesmo endereço eletrônico da inscrição.
Todos os candidatos serão selecionados por meio de provas escritas com questões objetivas e prova discursiva que constará de uma redação sobre um tema do conhecimento específico. A previsão é de que as avaliações sejam aplicadas no dia 18 de novembro, em locais e horários a serem definidos e divulgados com antecedência.
Este concurso terá a validade de dois anos, contado o prazo a partir da data de sua homologação, podendo ser prorrogado por igual período.

FONTE: PCI CONCURSOS

terça-feira, 25 de setembro de 2012

Gabarito preliminar - Exame CRC 2012.2 - Prof. Ricjardeson Dias - Cursos Gescon






GABARITO PRELIMINAR – EXAME CRC 2012.2
PROF. RICJARDESON DIAS
(Atualizado em 25/09/12)

01- D
11-B
21-C
31-
41-B
02-
12-
22-C
32-
42-
03-
13-
23-B
33- A
43-C
04-
14-C
24-
34-
44-D
05-
15-
25-
35-B
45-C
06-
16-
26-D
36-C
46-B
07-
17-
27-D
37-B
47-B
08-B
18-B
28-A
38-D
48-
09-
19-C
29-C
39-A
49-
10-B
20-D
30-
40-C
50-

Comentários Prova Exame CRC 2012.2 - Questão 01



Prova Exame CRC 2012.2 (23/09/2012) 

Disciplina: Contabilidade Geral



Gabarito preliminar

(Comentários Prof. Ricjardeson Dias):

Resposta: D



CONTAS CREDORAS:

Ajuste a Valor Presente - Contas a Receber = R$35.000,00
Capital Social = R$120.000,00
Décimo Terceiro e Encargos a Pagar = R$160.500,00
Depreciação Acumulada = R$20.000,00
Férias e Encargos a Pagar = R$ 130.000,00
Fornecedores = R$ 251.400,00
ICMS a Recolher = R$ 57.000,00
Receita de Vendas = R$ 900.000,00
Receita Financeira = R$ 30.000,00

Total = 1.703.900,00