sexta-feira, 28 de setembro de 2012

Questão 42 Exame CRC 2012.2


Questão do Exame CRC 2012.2 (realizado em 23/09/2012)

42. No encerramento do Balanço de 2011 de uma sociedade empresária, foi constatada a ausência de registro de uma despesa financeira referente ao exercício de 2010, no montante de R$30.000,00. Na mesma data, verificou-se que uma provisão para questões judiciais registrada em 2010 por R$12.000,00 deveria ser revertida, uma vez que novos fatos ocorridos em 2011 levaram a equipe jurídica a avaliar como remota a possibilidade de a empresa vir a perder a questão.

O registro contábil das duas situações irá provocar um impacto no resultado de 2011 de:

a) R$12.000,00.
b) R$18.000,00.
c) R$30.000,00.
d) R$42.000,00.

Resposta oficial: letra A

COMENTÁRIO DA QUESTÃO:


Com relação à despesa no valor de R$ 30.000,00 que não foi contabilizada no exercício 2010, temos um erro que foi detectado após o encerramento do balanço, não sendo mais possível o estorno ou retificação naquele ano. Nesse caso, o procedimento contábil a ser seguido pela empresa será o lançamento de "Ajuste de Exercícios Anteriores" na conta Lucros Acumulados do Patrimônio Líquido. Assim, não afetará o resultado do exercício 2011, porém afetará o saldo do PL da empresa em 2011.

Já com relação à reversão de provisão no valor de R$ 12.000,00, temos que a mesma foi realizada em 2011, o que afetará o resultado do exercício naquele ano.

21 comentários:

  1. a questão 30 cabe recurso, pois
    Há um erro de digitação proveniente do Valor Futuro mencionado na questão 30. Este está R$119.970,00, mas podemos comprovar através de cálculos que a pessoa que digitou trocou o número 9 e 7 dos R$119.970,00. O correto seria R$119.790,00.
    Fazendo-se os cálculos na HP 12c podemos comprovar tal afirmação.
    99.000 CHS PV
    2 n
    119.790,00 FV
    i = 10
    RESPOSTA LETRA D!
    Mas, o valor que está na questão é R$119.970,00.
    Com estes valores o cálculo ficaria assim:
    99.000 CHS PV
    2 n
    119.970,00 FV
    I = 10,08261361

    Neste caso,
    Solicito a anulação da questão 30, visto que não existe uma alternativa correta.
    Se considerarmos o arredondamento para uma casa decimal, a resposta seria 10,1 %.
    Se considerarmos o arredondamento para duas casas decimas, a resposta seria 10,08 %
    A resposta só seria 10% se fosse considerado o TRUNCAMENTO para que não houvesse nenhuma casa decimal , mas isso não foi pedido no enunciado da questão e também não há nenhuma limitação física que dificulte a colocação da resposta com mais casas decimais, visto que 2 das 4 alternativas tem 3 casas decimais.
    No enunciado deveria ficar claro, se deveria ser utilizado o arredondamento, e que tipo de arredondamento iria ser utilizado.
    Portanto fica cabível a anulação desta, em função da clara troca de números do elaborador/digitador da questão que acarretou na distorção do resultado final. Não cabendo alternativa correta.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. Acredito que caiba recurso na 30,só não entendo pq o cálculo está sendo feito sobre C = R$ 99.000,00 em vez de R$ 100.000,00. O banco concede o empréstimo de R$ 100.000,00, fica com R$ 1.000,00 e a empresa paga R$ 99.000,00? É como se a empresa não pagasse a TAC. Alguém pode me explicar onde a empresa está pagando a TAC considerando o C= 99.000,00?

      Excluir
  2. ALGUÉM TEM MAIS JUSTIFICATIVAS PARA ANULAÇÕES DE OUTRAS QUESTÕES?
    NO AGUARDO!

    ResponderExcluir
  3. É isso mesmo, pelo valor futuro mencionado no enunciado não vai fechar com nenhuma das alternativas propostas...

    ResponderExcluir
  4. Oi pessoal vcs já solicitaram recurso de quantas questões?

    ResponderExcluir
  5. Recurso – Exame de Suficiência – Questão 34

    Solicito a anulação da questão 34 tendo em vista que não existe uma única resposta correta, a resposta correta pelo CRC foi à alternativa C, que realmente está correta em se tratando de principio de competência, porem, a alternativa “A” também está correta conforme principio abaixo:
    O PRINCÍPIO DO REGISTRO PELO VALOR ORIGINAL
    O Princípio do Registro pelo Valor Original determina que os componentes do patrimônio devem ser inicialmente registrados pelos valores originais das transações, expressos em moeda nacional.
    Uma vez integrado ao patrimônio, os componentes patrimoniais, ativos e passivos, podem sofrer variações decorrentes dos seguintes fatores:

    a) Custo corrente. Os ativos são reconhecidos pelos valores em caixa ou equivalentes de caixa, os quais teriam de ser pagos se esses ativos ou ativos equivalentes fossem adquiridos na data ou no período das demonstrações contábeis. Os passivos são reconhecidos pelos valores em caixa ou equivalentes de caixa, não descontados, que seriam necessários para liquidar a obrigação na data ou no período das demonstrações contábeis;

    b) Valor realizável. Os ativos são mantidos pelos valores em caixa ou equivalentes de caixa, os quais poderiam ser obtidos pela venda em uma forma ordenada. Os passivos são mantidos pelos valores em caixa e equivalentes de caixa, não descontados, que se espera seriam pagos para liquidar as correspondentes obrigações no curso normal das operações da Entidade;

    c) Valor presente. Os ativos são mantidos pelo valor presente, descontado do fluxo futuro de entrada líquida de caixa que se espera seja gerado pelo item no curso normal das operações da Entidade. Os passivos são mantidos pelo valor presente, descontado do fluxo futuro de saída líquida de caixa que se espera seja necessário para liquidar o passivo no curso normal das operações da Entidade;

    d) Valor justo. É o valor pelo qual um ativo pode ser trocado, ou um passivo liquidado, entre partes conhecedoras, dispostas a isso, em uma transação sem favorecimentos; e

    e) Atualização monetária. Os efeitos da alteração do poder aquisitivo da moeda nacional devem ser reconhecidos nos registros contábeis mediante o ajustamento da expressão formal dos valores dos componentes patrimoniais.
    Ou seja, a alternativa C, também está correta.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. no Final coloquei C como correta, é na verdade A e C...

      Excluir
  6. Recurso – Exame de Suficiência – Questão 12

    Prezados.

    Peço a anulação da questão 12 por falta de informações no enunciado conforme explicação abaixo:

    “O valor destinado para dividendos é de:”

    Como o enunciado não traz a parcela dos lucros destinadas a distribuição aos acionistas, entende-se como omisso, portanto, fica impossivel dar continuidade na resolução dessa questão.

    Minha solicitação está embasada na lei abaixo:

    A LEI:
    Dividendo Obrigatório

    Art. 202. Os acionistas têm direito de receber como dividendo obrigatório, em cada exercício, a parcela dos lucros estabelecida no estatuto ou, se este for omisso a importância determinada de acordo com as seguintes normas: (Redação dada pela L-010.303-2001)

    I - metade do lucro líquido do exercício diminuído ou acrescido dos seguintes valores:
    a) importância destinada à constituição da reserva legal (Art. 193); e
    b) importância destinada à formação da reserva para contingências (Art. 195) e reversão da mesma reserva formada em exercícios anteriores;

    (+) R$ 70.000,00 - LUCRO DO EXERCÍCIO
    (-) R$ 3.500,00 (70.000,00 X 5%) - RESERVA LEGAL-
    (+) R$ 25.000,00 - REVERSÃO DO TOTAL DAS RESERVAS PARA CONTINGÊNCIAS
    (=) R$ 91.500,00 - LUCRO LÍQUIDO AJUSTADO (BASE DE CÁLCULO)
    50% (METADE DO LUCRO AJUSTADO)
    =45.750,00 (DIVIDENDO OBRIGATÓRIO, CONSIDERANDO QUE O ESTATUTO FOI OMISSO)

    Como não existe uma alternativa correta, peço anulação.

    Lei Federal nº 6404/76, quando sancionada, tratava da questão da distribuição de resultados estabelecendo que os acionistas têm direito de receber como dividendo obrigatório, em cada exercício, a parcela dos lucros estabelecida no estatuto, ou, se ele for omisso, metade do lucro líquido do exercício diminuído ou acrescido dos seguintes valores: I - quota destinada à constituição da reserva legal; II - importância destinada à formação de reservas para contingências, e reversão das mesmas reservas formadas em exercícios anteriores;III - lucros a realizar transferidos para a respectiva reserva e lucros anteriormente registrados nessa reserva que tenham sido realizados no exercício (artigo 202).

    ResponderExcluir
  7. Pessoal vocês já protocolaram recurso dessas questões (42, 30, 34, 12)?
    Por favor, respondam o mais rápido possível, pois temos prazo!

    ResponderExcluir
  8. Sim pessoal, só prestem atenção, esse ano não precisa protocolar diretamento no CRC, é on line, fiquem atentos, entrem no sistema de inscrição/enviar recursos, é super simples, não tem segredo.

    Na minha opnião serão anuladas 2 dessas questões...
    12, 34, 42, e 50

    ResponderExcluir
  9. Eu nao estou conseguindo preencher o formulario. Nao consigo escrever no campo da justificativa. Alem sabe como fazer? Alguem ja enviou recurso de alguma questao? Quais?

    ResponderExcluir
  10. Professor Ricjardeson, eu fiz 23 pontos, nao entrei com recurso em nenhuma questao.quero saber o seguinte se vier anular alguma questao, podera aumentar a minha pontuação, mesmo nao sendo eu quem pedi recurso.

    att,
    Mariene...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara da uma olhada no edital 02/2012, mas sendo assim te adianto parcialmente o texto:

      "10.11. Se houver anulação de qualquer questão por força de deferimento de recurso julgado procedente,
      essas alterações pontuarão todos os examinados, que tenham errado a questão antes de sua anulação,
      independentemente de terem interposto recurso. Os examinados que tenham marcado a(s) questão(ões)
      conforme os gabaritos preliminares, permanecerão com a pontuação atribuída."

      Excluir
    2. O professor muito obrigado...

      Excluir
  11. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  12. Recurso questão 12
    elaborada pelo Professor Anderson Nunes Fraga

    Com base nas informações a seguir, elabore a Demonstração da Mutação do Patrimônio Líquido (DMPL) e, em seguida, assinale a opção CORRETA.

    Patrimônio Líquido 31.12.2011

    Capital Social R$230.000,00

    Reservas de Lucro R$65.000,00

    Reserva Legal R$10.000,00

    Reservas de Lucros para Expansão R$30.000,00

    Reservas para Contingências R$25.000,00

    Total do Patrimônio Líquido R$295.000,00

    Informações adicionais:

    • O lucro do Exercício foi de R$70.000,00.

    • A Reserva Legal é de 5% do Lucro do Exercício.

    • Houve reversão total das Reservas para Contingências por deixarem de existir as razões que justificaram a sua constituição.

    • Foram constituídas Reservas de lucros para Expansão de R$50.000,00.

    O valor destinado para dividendos é de:

    LUCRO DO EXERCÍCIO R$ 70.000,00

    Constituição Reserva de Legal 5% (R$ 3.500,00)

    Reversão Reservas para Contingências R$ 25.000,00

    Dividendos Propostos R$ 91.500,00

    * Distribuição dividendos obrigatórios Estatuto Omisso 50% R$ 47.750,00



    * A Banca deveria informar o percentual estabelecido pelo estatuto. Uma vez não informado, pressupõe-se estatuto omisso.

    A resposta correta do valor destinado aos dividendos é 47.750,00.



    Lei 6404/76

    Art. 198. A destinação dos lucros para constituição das reservas de que trata o artigo 194 e a retenção nos termos do artigo 196 não poderão ser aprovadas, em cada exercício, em prejuízo da distribuição do dividendo obrigatório (artigo 202).

    Art. 202. Os acionistas têm direito de receber como dividendo obrigatório, em cada exercício, a parcela dos lucros estabelecida no estatuto ou, se este for omisso, a importância determinada de acordo com as seguintes normas: (Redação dada pela Lei nº 10.303, de 2001)

    I - metade do lucro líquido do exercício diminuído ou acrescido dos seguintes valores: (Redação dada pela Lei nº 10.303, de 2001)

    a) importância destinada à constituição da reserva legal (art. 193); e (Incluída pela Lei nº 10.303, de 2001)

    b) importância destinada à formação da reserva para contingências (art. 195) e reversão da mesma reserva formada em exercícios anteriores; (Incluída pela Lei nº 10.303, de 2001)

    II - o pagamento do dividendo determinado nos termos do inciso I poderá ser limitado ao montante do lucro líquido do exercício que tiver sido realizado, desde que a diferença seja registrada como reserva de lucros a realizar (art. 197); (Redação dada pela Lei nº 10.303, de 2001)

    III - os lucros registrados na reserva de lucros a realizar, quando realizados e se não tiverem sido absorvidos por prejuízos em exercícios subseqüentes, deverão ser acrescidos ao primeiro dividendo declarado após a realização. (Redação dada pela Lei nº 10.303, de 2001)

    § 1º O estatuto poderá estabelecer o dividendo como porcentagem do lucro ou do capital social, ou fixar outros critérios para determiná-lo, desde que sejam regulados com precisão e minúcia e não sujeitem os acionistas minoritários ao arbítrio dos órgãos de administração ou da maioria.

    ResponderExcluir
  13. Recurso Questão 31:

    O gabarito apresentado pelo FBC indica que a solução mais vantajosa para a empresa é a letra “A”.

    Porém, conforme formula de juros compostos aplicada na questão, a resposta correta é a letra “C”, conforme cálculo abaixo.

    200.000,00 m = C(1+i)n
    3 meses
    2,0% a.m. m = 200.000,00 X (1+0,020)3 212.241,60  3 = 70.747,20
    m = 200.000,00 X 1,061208000
    m = 212.241,60


    Juros Compostos - São acréscimos que são somados ao capital, ao fim de cada período de aplicação, formando com esta soma um novo capital, denominado Montante.

    Capital é o valor que é financiado, seja na compra de produtos ou empréstimos em dinheiro.

    A fórmula dos Juros Compostos é: M = C. (1 + i)n

    M = Montante, C = Capital, i = taxa de juros , n = tempo.

    M = 200.000,00 X (1 + 20%)3
    M = 200.000,00 X (1 + 20% /100)3
    M = 200.000,00 X (1 + 0,20)3
    M = 200.000,00 X (1,20)3
    M = 200.000,00 X 1,061208000
    M = 212.241,60

    Na questão ele fala de 03 parcelas iguais.

    212.241,60 / 3 = 70.747,20

    A resposta certa é a “c” pois, é mais vantajoso pagar 3 vezes de R$ 70.000,00 do que 3 mvezes de R$ 70.747,20.

    ResponderExcluir
  14. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir